EVANGELISMO SEM AÇÃO EDUCATIVA É COMO ÁRVORE SEM FRUTOS. Quando iniciamos nosso projeto de Alfabetização pela Bíblia, o IBGE dava uma ...

Alfabetização pela Bíblia é Evangelismo com Ação Educativa

By | segunda-feira, maio 09, 2016 Leave a Comment
EVANGELISMO SEM AÇÃO EDUCATIVA É COMO ÁRVORE SEM FRUTOS.

Quando iniciamos nosso projeto de Alfabetização pela Bíblia, o IBGE dava uma estatística de que o Brasil possuía 35 milhões de analfabetos.

Hoje se criou um novo tipo de analfabetismo que está fora das estatísticas, pois são crianças que estão frequentando escolas estando em 3a. e  4a. séries não sabendo ler e escrever, resultado da aprovação automática.

É justamente neste ponto, que estamos estimulando as igrejas a entrarem com a sua mais decisiva participação no projeto educativo de  nosso povo. O projeto piloto no Paraná demonstrou o quanto o trabalho voluntário das igrejas pode representar significativa mudança neste quadro.

O nosso trabalho tem sido sempre antecedido por um projeto piloto, onde testamos a ação educativa com a Palavra de Deus, por ex: Atualmente, estamos implantando o projeto Lucas para crianças com 3 anos completos e não mais que 4 anos, através de um ensino indutivo. Nossas observações com crianças nesta faixa etária, verificou-se que as crianças têm em si capacidade de fixar e apontar particularidades dentro do todo.

 Daí a razão de testarmos mais uma ação educativa abrangendo a criança de 3 anos, ensinando-lhes com folhas educativas particularidades dentro do todo. Nossas folhas educativas iniciam com Deus e prosseguem por todas as coisas criadas.

PROJETO PILOTO

Nosso projeto iniciou em Curitiba e realizamos nosso projeto piloto no Paraná. Hoje, Curitiba é a cidade que tem o menor índice de analfabetos e o Paraná o Estado onde tem o maior número de pessoas letradas. Se alguém tem mérito nisto, o projeto de Alfabetização pela Bíblia também tem e muito.

Lembro-me que Ortigueira era tido como a mancha negra do Paraná, pois o número de analfabetos impressionava. Quando fomos fazer a mobilização na cidade, o prefeito esteve em nossa reunião e disse que ele cria em nosso projeto porque se tratava em ensinar com a Bíblia e nisto ele punha fé.

Seria muito difícil achar pessoas com o quinto ano primário que pudesse ajudar, informou ele, pois iríamos encontrar apenas pessoas com o quarto ano. Não só usamos os voluntários com a melhor escolarização, mas incentivamos mais de 200 irmãos da cidade vizinha de Telêmaco Borba, para passar a divisa do município e ajudar Ortigueira.

Lembro-me também que estimulei o Secretário Municipal de Educação em 88 a usar as professoras que estavam se formando no curso normal, que depois veio a ser chamado de magistério, para fazerem seu treinamento não só no município, mas que passassem a Ortigueira e ajudassem nossos irmãos ali. Lembro-me que o treinamento estava sendo realizado na Igreja Assembléia de Deus, por ser a maior na localidade, e o entusiasmo era geral, mas especialmente do senhor Secretário de Educação.

UM DESAFIO À ALFABETIZAÇÃO NO BRASIL

A aprovação automática, implantada há alguns anos, está fazendo com que cresça o número de crianças que não sabem ler e escrever. É muito comum encontrar hoje, na rede pública de ensino, alunos de terceiro e quarto anos que não sabem ler e escever.

O nosso desafio ao Povo de Deus é convidá-los a participar de uma verdadeira cruzada contra o analfabetismo, também das crianças que estão nas escolas.

Convidamos voluntários para trazerem estas crianças, que não conseguiram aprender a ler e escrever durante o ano letivo, para nas férias frequentarem aulas na igreja, usando a metodologia de alfabetização pela Bíblia, que é diferente de todos os demais processos de ensino-aprendizagem na alfabetização e tem se comprovado altamente eficiente, tanto no ensino de adolescentes e adultos como no de crianças.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: