Por quanto tempo frequentamos a Escola Dominical? Para sempre! Então o que estamos fazendo com os que não lêem? Deixá-los olhando pa...

Um Plano Simples - Uma classe em cada Escola Dominical

By | segunda-feira, abril 25, 2016 5 comments

Por quanto tempo frequentamos a Escola Dominical? Para sempre! Então o que estamos fazendo com os que não lêem? Deixá-los olhando para as letras da Bíblia, nem que seja de ponta cabeça?  Se um ano não for suficiente para alfabetizá-los, usemos dois, ou quantos forem necessários.
A Escola Dominical, foi criada para estudar a Bíblia. Hoje, em muitas Igrejas a chamam de Escola Bíblica Dominical. Vamos, pois, estudar a Bíblia, começando pelas suas letras. As Igrejas se reúnem domingo após domingo, anos após anos, separando os alunos da Escola Dominical em classes para adultos, jovens e crianças, visando um melhor aproveitamento no estudo da Palavra de Deus.
Devemos também criar uma classe para alfabetizar irmãos que não saibam ler nem escrever. Estaremos aproveitando essa maravilhosa estrutura, há decênios montada, cujos enormes benefícios se vêem no espetacular crescimento do Evangelho.
O alvo da Escola Dominical sempre foi ensinar, fazer de cada crente um bom obreiro, que de tal forma manejasse a Palavra de Deus, que não tivesse do que se envergonhar. Este objetivo perseguido, sem dúvida está sendo alcançado, porém poderemos fazer mais, criando uma classe para alfabetização de adolescentes e adultos.
Sei por experiência que não será necessário muitos meses para vermos nossos irmãos lendo a Palavra. Haveremos de ouvir maravilhosos testemunhos em menos tempo do que imaginamos. Proponho às Igrejas que cada Escola Dominical use uma classe para o nosso projeto de Alfabetização pela Bíblia. Em pouco tempo não existirá mais analfabetos nas Igrejas.

ESCOLA DISCIPULAR DE ALFABETIZAÇÃO PELA BÍBLIA

Há muitos irmãos fazendo um bom trabalho de discipulado cristão, ensinando verdades bíblicas fundamentais. Ocorre às vezes, todavia, que alguns discipulos tomam a Bíblia nos cultos e abrem-na de ponta cabeça, não sabendo qual é o lado de cima.
Gostaria de criar um exército que se dedicasse ao discipulado, começando com a alfabetização. Um discipulado monumental! Para o Brasil bastavam 40 milhões de Bíblias, 10 milhões de discipuladores. Assim, transformaremos o Brasil e consequentemente alcançaremos o mundo todo.
Uma das monitoras que capacitamos nos deu um testemunho maravilhoso de como o Espírito Santo a convenceu de tomar parte em nosso projeto. Ela observou no templo que a irmã ao seu lado aparentava ler a Bíblia, acompanhando o pastor na leitura do texto, mas a Bíblia estava de ponta cabeça. Ela colocou a Bíblia na posição correta. Então a irmã lhe disse que não sabia ler, mas que gostava de ficar olhando para as letras da mensagem de Deus. 
Naquele mesmo instante, o Senhor lhe falou ao coração, para que participasse do nosso projeto. Procurou-nos dias mais tarde e inscreveu-se para receber treinamento, tornando-se uma de nossas monitoras. Assim eu creio no discipulado: ele deve começar desde as letras, que falam de nossos princípios de fé e prática. 
Se toda e cada Igreja e congregação montasse em suas dependências uma sala de aula para nossos irmãos que não sabem ler e escrever, não existiria analfabeto entre nós. Isto é muito simples e depende apenas do idealismo de cada pastor e obreiro dirigente. Temos a estrutura, irmãos idealistas, recursos de todas as ordens: materiais, culturais. Vamos lá irmãos ! Vamos todos ! Nossa proposição é: Nenhum analfabeto entre nós! 


UM PLANO EVANGELÍSTICO E MISSIONÁRIO:

Criar em residências de voluntários, classes para alfabetização com finalidades também evangelísticas.
Se a Igreja, além de atender aos domésticos da fé, for de lar em lar, inscrevendo os analfabetos num programa de alfabetização, usando o ideal evangelístico do crente, que é ganhar almas para Cristo, ensinando com a Palavra de Deus as pessoas a ler, ainda que seja um pequeno grupo fora da Igreja, e se esse universo atingir todos os que possam ser usados como monitores, a Igreja moverá um plano evangelístico e missionário que poderá multiplicar a sua potencialidade, e seu crescimento será, sem dúvida, muito grande. 
Além disso, a Igreja passará a gozar de um maior reconhecimento público das autoridades.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

5 comentários:

  1. Muito bom mesmo, pena que a maioria das igrejas hoje, não cumprem o seu papel social!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pela dica, a tempos tenho idealizado um projeto assim e precisava mesmo de umas ideias e fiquei feliz em saber q outros cristãos também se importam. Deus os abençoe e levante mais parceiros em prol do Reino.

    ResponderExcluir
  3. Muito animador ler sobre esse projeto, aqui na minha cidade sonho com um projeto desse tipo.
    Como faço para adquirir o material?
    Contato: rosianemartins2010@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor enviar email para elielstevao@hotmail.com

      Excluir